Home Geral Em nota, Ciro Gomes deseja sorte a Bolsonaro e diz que fará oposição com ‘decência’

Em nota, Ciro Gomes deseja sorte a Bolsonaro e diz que fará oposição com ‘decência’

3 Primeira leitura
0
0
11
View image on Twitter

Ciro Gomes

@cirogomes

O candidato do PDT derrotado no primeiro turno das eleições, Ciro Gomes, divulgou uma nota nesta segunda-feira (29) na qual desejou boa sorte ao presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Ele também postou o texto no Twitter.

Após a derrota no primeiro turno – ele ficou em terceiro lugar com 12% dos votos –. Ciro Gomes viajou para a Europa e voltou na véspera do segundo turno. O partido dele, o PDT, anunciou “apoio crítico” a Fernando Haddad (PT). Ao desembarcar, ele não fez o anúncio de apoio esperado por Haddad, mas pediu voto pela democracia, contra a intolerância e pelo pluralismo.

Na nota divulgada nesta segunda-feira, Ciro disse que cabe a um “democrata verdadeiro” reconhecer o resultado das urnas.

“Para mim, que cultivo a correção de conduta, impõe-se, também, desejar boa sorte ao presidente eleito Jair Bolsonaro para que ele possa fazer o melhor pela sofrida nação brasileira”, escreveu Ciro.

O candidato derrotado do PDT disse também que fará oposição com “dentro do marco da decência e do espírito público”.

“Essa oposição que nasce, não se confunde com forças que só defendem a democracia ao sabor de seus interesses mesquinhos ou crescentemente inescrupulosos ou mesmo despudoradamente criminosos”, afirmou Ciro.

Ele disse ainda que Bolsonaro tem obrigação de respeitar o “conjunto da nação”, inclusive as minorias e aqueles que forem críticos do governo.

“Que não pense o senhor presidente eleito, nem de longe, em violar o respeito que deve ao conjunto da nação, independentemente de configurarem minorias ou grupos sociais críticos às suas posturas. Só assim merecerá o respeito à autoridade que adquiriu nas eleições”, completou Ciro.

G1/CE

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Campanha de Haddad declara que gastou 15 vezes mais do que Bolsonaro informou ao TSE

O candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, declarou à Justiça Eleitoral despesas de …