Home Destaque Estabelecimentos que vendem cigarros deverão seguir novas regras

Estabelecimentos que vendem cigarros deverão seguir novas regras

2 Primeira leitura
0
0
50

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, determinou que os estabelecimentos do Brasil não podem expor cigarros próximos a produtos destinados ao consumo do público infantojuvenil, como balas e chocolates. Os comerciantes terão um prazo de até dois anos para se adequarem a estas determinações.

De acordo com a nova regra, também fica proibido usar recursos de marketing, como cores e sons, que chamem a atenção para as vitrines onde os cigarros serão oferecidos.

Segundo o diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, o intuito da medida é que não ocorra o consumo precoce de cigarro, seja por crianças ou adolescentes. “Esta regulamentação vem separar bem para que não haja nenhum estímulo a esta experimentação precoce do cigarro.”

O texto proíbe ainda o condicionamento da venda de produtos para fumar, como cinzeiros ou isqueiros, à compra de tabaco ou derivados, além da comercialização, pela internet, de produtos fumígenos e a distribuição de brindes ou amostras grátis.

A resolução também modifica as mensagens de advertência colocadas nos pontos de vendas sobre os riscos dos derivados de tabaco. Agora, os cartazes deverão ser maiores e as mensagens, mais diretas. Países como Austrália, Canadá, Inglaterra e Islândia já seguem estas restrições.

 

 

Blog do Elber Feitosa

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

MPCE e polícia realizam operação dentro da Câmara Municipal de Quixadá, no Ceará

O Ministério Público do Ceará, com apoio da Polícia Civil, cumpriu mandados de busca e apr…