Home Geral Iguatu integra rede de recolhimento de embalagens de agrotóxicos

Iguatu integra rede de recolhimento de embalagens de agrotóxicos

3 Primeira leitura
0
0
84

O Núcleo Regional da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri) e o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV), com apoio de secretarias de Agricultura e do Meio Ambiente de Iguatu e da Associação dos Distribuidores e Revendedores de Insumos Agrícolas do Cariri, fizeram na manhã desta terça-feira, 16, o recolhimento itinerante de embalagens vazias de agrotóxicos, na cidade de Iguatu

Em Iguatu, o recolhimento foi feito na sede da antiga Secretaria de Agricultura no bairro Bugi.

Nesta segunda-feira, 15, foi a vez das cidades de Mombaça e Acopiara.

O fiscal estadual Agropecuário e coordenador da Adagri, na região, Francisco Oscarito Ramos, disse que a ação visa à proteção do meio ambiente e rebateu o boato de que produtores rurais seriam multados por ocasião da entrega das embalagens. “Isso não é verdade”, frisou. “A ação é educativa, embora a responsabilidade de recolhimento deveria ser dos revendedores de agrotóxicos”.

Números

A quantidade de embalagens vazias recolhidas varia a cada ano. Em 2017, no Ceará, foram devolvidas 22.190. Neste ano, de janeiro a setembro, foram mais de 22 mil. Os dados foram repassados pela Associação dos Distribuidores e Revendedores de Insumos Agrícolas do Cariri.

As embalagens recolhidas serão levadas para o posto de Ubajara, na Ibiapaba. “Depois serão levadas para unidade autorizada de triagem, tríplice lavagem, reaproveitamento ou incineração”, explicou Rivaldo do Nascimento, presidente da Associação dos Distribuidores e Revendedores de Insumos Agrícolas do Cariri.

Pelo quinto ano consecutivo, o agricultor de base familiar, Francisco Zeudo de Araújo, foi ao ponto de recolhimento para devolver embalagens de agrotóxicos. “Perdi cinco cabeças de gado e suspeito de envenenamento por agrotóxico”, contou. “Quero colaborar com a campanha e proteger o meio ambiente”.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Campanha de Haddad declara que gastou 15 vezes mais do que Bolsonaro informou ao TSE

O candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, declarou à Justiça Eleitoral despesas de …