Home Geral Agentes de Endemias de Cedro passam a usar smartphone no combate ao Aedes aegypti

Agentes de Endemias de Cedro passam a usar smartphone no combate ao Aedes aegypti

4 Primeira leitura
0
0
132
Smartfones

A Secretaria de Saúde e o Setor de Endemias da Prefeitura recebeu importante instrumento de monitoramento e combate ao mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, zika e chikungunya. Os smartphones foram entregues em solenidade nesta terça-feira (14). Com recursos próprios, a gestão municipal vem ampliando ações de capacitação, por meio de parcerias, e trabalhando de forma intersetorial, chamando para a luta as escolas, associações e população.

Nos últimos anos, o poder público municipal tem realizado investimentos na capacitação de profissionais para o combate diário ao mosquito transmissor. E a parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), com o programa Aedes em Foco, tem sido destaque.

Para o secretário de Saúde Russel Sírius, a utilização dos smartphones melhora substancialmente a qualidade das informações e, por conseguinte, dos serviços prestados à população. “Fizemos esta aquisição e prontamente o prefeito autorizou a sua utilização. As informações obtidas com o uso dos aparelhos servirão para mapear bairros e distritos nesta luta contra o Aedes aegypt”.

Outra categoria que receberá em breve os smartphones são os Agentes Comunitários de Saúde (ACS). A ideia é que eles possam melhorar a sua atuação, atualizando informações por meio de bancos de dados. “Vamos iniciar com duas unidades de saúde a atualização do aplicativo criado pela UFC”, destaca Russel.

Para o Agente de Endemia Kessio Paulo, o aparelho chegou na hora certa. “O papel será substituído pela tecnologia, permitindo mais agilidade. Os processos se tornam mais fáceis. Teremos o controle ideal, iremos atuar nos bairros mais necessitados de uma ação”.

O aparelho já vem com memória suficiente e o aplicativo “Aedes em foco – Endemias”, criado especialmente para os profissionais da saúde, que podem trabalhar em sistema off-line; com a conexão de internet, as informações serão atualizadas. O profissional também pode enviar dados online, registrando informações sobre o seu trabalho de visitas domiciliares, ocorrências de localização de criadouros e medidas adotadas no enfrentamento à dengue e outras endemias.

Zero caso

No último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (SESA), o município de Cedro não registrou ocorrências de dengue, chikungunya e zika.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Festival Junino será realizado em Icó neste dia 18

Nesta terça-feira (18), na quadra do Centro Social Urbano (CSU), será realiza mais uma edi…