Home Ceará Chuvas do início de 2019 no Ceará ajudam a expandir área sem seca relativa, aponta estudo

Chuvas do início de 2019 no Ceará ajudam a expandir área sem seca relativa, aponta estudo

3 Primeira leitura
0
0
89

As chuvas do começo do ano contribuíram para o aumento da área sem seca relativa no Ceará. Segundo o mais recente estudo do Monitor de Secas Nordeste a área cresceu 42% de janeiro para fevereiro deste ano. A área não afetada era de 42,03% em janeiro passando para 59,71% em fevereiro. Além disso, o nível mais grave da estiagem – seca excepcional – manteve-se sem variação.

Em janeiro, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as precipitações no Ceará, como um todo, ficaram 10,1% acima da média e, em fevereiro, 46,1%. Em ambos os períodos, as macrorregiões mais beneficiadas foram o Maciço de Baturité e os litorais de Fortaleza e Norte.

Conforme o Monitor de Secas, o Sul do estado é a área com a situação mais grave, sendo a única macrorregião que apresentou chuvas abaixo da média histórica nos dois primeiros meses do ano, com -25,7% e -31,7% em janeiro e fevereiro, respectivamente.

Açudes em situação crítica

Apesar dos números apresentados pelo mapa mais recente de acompanhamento regular e periódico da situação da seca no Nordeste e em Minas Gerais, dos 155 açudes do Ceará monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 95 estão com volume abaixo dos 30%. O Castanhão, principal reservatório do Estado, está com apenas 3,57% da sua capacidade total. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 5,28% do volume máximo.

A criação do Açude Castanhão propiciou muitos benefícios para a população cearense — Foto: Gioras Xerez/G1 CearáA criação do Açude Castanhão propiciou muitos benefícios para a população cearense — Foto: Gioras Xerez/G1 Ceará

A criação do Açude Castanhão propiciou muitos benefícios para a população cearense — Foto: Gioras Xerez/G1 Ceará

Chuvas de março em torno do normal

O prognóstico mais recente da Funceme para o período chuvoso de março a maio de 2019 indicou 40% de probabilidade de chuvas em torno da normal climatológica, 35% para a categoria abaixo da média e 25% acima dela.

Porém, os desvios percentuais no centro-norte do Estado, principalmente na faixa litorânea, tendem a ser maiores do que os observados no centro-sul.

G1/CE

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Ceará

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Operação nacional prende 16 foragidos da Justiça e apreende dois adolescentes no Ceará

A Polícia Civil do Ceará prendeu 16 pessoas e apreendeu dois adolescentes na manhã desta q…