Home Notícias Pedido de habeas corpus de Temer é julgado nesta terça-feira no STJ

Pedido de habeas corpus de Temer é julgado nesta terça-feira no STJ

3 Primeira leitura
0
0
4

A Justiça autorizou na tarde desta segunda-feira a transferência do ex-presidente Michel Temer (MDB), preso desde a última quinta-feira (9), na sede da Polícia Federal (PF) de São Paulo, para o Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar (PM), no centro da capital paulista, onde há cela especial para autoridades. Nesta terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) julga um novo pedido de habeas corpus formulado pelos advogados, que sustentam que a prisão é desnecessária e não tem fundamentos.

Uma hora depois da decisão tomada pela juíza Caroline Figueiredo, às 15h20, a PF informou que o ex-presidente foi transferido. A magistrada é substituta de Marcelo Bretas na 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas decisões a respeito da custódia do ex-presidente. Bretas está de férias. Inicialmente, ela tinha determinado que Temer ficasse preso em sede da Polícia Federal, mas a própria corporação informou que não tinha espaço adequado para mantê-lo em São Paulo.

“Defiro o pedido do delegado regional executivo e determino a transferência de Michel Miguel Elias Temer Lulia para o Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar do Estado de São Paulo, onde deverá cumprir a prisão preventiva em sala de Estado-maior”, escreveu a juíza no despacho.

Sala improvisada

O ex-presidente estava desde quinta numa sala improvisada na Superintendência da PF, na Lapa de Baixo (zona oeste), e tinha requisitado a mudança desde que se apresentou. Ele foi escoltado por policiais federais em sua transferência. A juíza ordenou que o procedimento fosse feito de modo a “evitar exposições desnecessárias” da imagem de Temer, de preferência em um veículo descaracterizado.

Temer foi preso preventivamente pela primeira vez em março e solto quatro dias depois. Na última quarta (8), teve seu habeas corpus revogado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Além dele, voltou a ser preso o coronel reformado da PM paulista João Baptista Lima Filho, amigo e suposto operador financeiro do emedebista.

Diário do Nordeste
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Notícias

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Motoqueiro preso com arma de fogo por agentes penitenciários em Icó

Por volta das 17 horas deste sábado, 18, na CE 282, na localidade de Verdinha, região do C…