Home Geral Presidente da Câmara de Quixadá é preso, e casa de prefeito é alvo de mandado

Presidente da Câmara de Quixadá é preso, e casa de prefeito é alvo de mandado

4 Primeira leitura
0
0
468

O Ministério Público do Ceará (MPCE) e a Polícia Civil deflagraram, na manhã desta quarta-feira (24), a segunda fase da operação “Fiel da Balança”, e deu início à operação “Casa de Palha” no município de Quixadá, no Sertão Central. Ambas investigam crimes contra a Administração Pública. Pelo menos sete mandados de prisão foram expedidos. O presidente da câmara municipal da cidade, Ivan Benício de Sá, conhecido como Ivan Construções é um dos alvos e já foi detido, segundo uma fonte da prefeitura.

A casa do prefeito Marques também foi alvo de mandado de busca e apreensão. Na residência também vive o genro do gestor municipal, Milton Xavier Dias, que é diretor da policlínica de Quixadá. Há um mandado de prisão temporária contra ele.

Outros pedidos de prisão foram expedidos pela justiça contra Felipe Brito de Sá; Jonatas Ferreira de Lima; Ricardo de Sousa Araújo, Silvana Mary de Souza e Silva e a servidora da Câmara Paula Renata Bento Bernardo, que foi afastada do cargo.

Mandados da operação Casa de Palha também foram cumpridos em outros três municípios do Ceará nesta manhã, segundo o MPCE, mas não foram divulgadas quais as cidades.

Desvio de dinheiro

primeira fase da operação “Fiel da Balança” ocorreu em agosto de 2018, com objetivo de combater crimes de falsidade e desvio de dinheiro público relativos ao serviço de coleta de resíduos sólidos em Quixadá. Na época, Ilário Marques e secretários do município foram afastados.

Apesar das investigações nesta segunda fase, a prefeitura informou que Marques cumpre as funções normalmente nesta quarta (24).

“A gestão municipal está tranquila sobre a normalidade dos trâmites dos processos licitatórios e vem colaborando com as investigações no sentido de garantir a transparência e lisura do fazer público. A operação não envolve secretários, servidores e nem a pessoa do prefeito municipal. A agenda de trabalho da gestão continua sendo desenvolvida normalmente”, afirmou, em nota, a prefeitura.

“Casa de Palha”

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, as investigações no âmbito da operação “Casa de Palha” apontam para a existência de crimes de fraude em licitações, peculatos e outro ilícitos ligados à realização de obras de engenharia no município de Quixadá.

O Sistema Verdes Mares entrou em contato com a Câmara municipal, que não quis falar sobre o assunto.

Diário do Nordeste

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

IFCE de Iguatu lança edital complementar de seleção para cursos técnicos

Até o próximo dia 22, pessoas que já concluíram o ensino médio terão uma nova oportunidade…